segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

#dia252

Discussões não levam a Deus
  
“Nem se dêem a fábulas ou a genealogias intermináveis, que mais produzem questões do que edificação de Deus, que consiste na fé. Timóteo 1:4
Ontem uma situação um tanto quanto tragi-cômica aconteceu. Eu ainda de viagem estou ficando em um apartamento com minha mãe e minhas tias na cidade de Sydney e na hora do jantar uma longa discussão sobre religião começou, logo após um comentário de minha mãe sobre uma obra de arte que vimos na NSW Art Gallery, que mostrava Jesus e Buda juntos, como se um fizesse parte do outro… Já é super de costume esse tipo de discussão acontecer em família e preciso confessar que tem um lado meu que adora  discutir e argumentar sobre o tema (me sinto como Paulo discutindo com os fariseus risos). Enfim, depois de ver minha mãe como João Batista, eu dando aula de Bíblia de antes da criação até Jesus, minhas tias argumentando os pontos em que elas acreditam acabamos não chegando em lugar algum, pra variar… E pra piorar a situação um segurança veio bater na nossa porta dizendo que vizinhos haviam reclamado do nosso barulho e que se continuasse assim seriamos convidadas a nos retirar do prédio! Só rindo pra não chorar!
O meu ponto aqui é que as discussões religiosas não costumam levar ninguém a Deus. Conhecê-lo e entender o plano de salvação de Jesus só vem através de uma revelação do Espírito Santo para corações que estão sedentos e abertos para conhecer algo que ainda não conhecem. Ele se faz revelar em momentos de real busca e interesse por Sua pessoa. Não se revela para provar a Si mesmo ou para provar que a Bíblia é a verdade. A verdade está ali, pronta para ser saboreada por todos aqueles que tem fome por ela. Mas, ela é como um tesouro escondido, não é escancarada aos olhos. Apenas corações sendentos por Ele de verdade a encontram. Corações que também estão sedentos por serem transformados pela verdade e não apenas conhecê-la.


Paz,
M.S.

Nenhum comentário:

Postar um comentário