segunda-feira, 6 de outubro de 2014

#dia140

A solitude necessária

“Mas tu, quando orares, entra no teu aposento e, fechando a tua porta, ora a teu Pai que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará publicamente.” Mateus 6:6

Existe uma grande diferença entre solidão e solitude. A primeira é um dos maiores tormentos e temores da alma humana. Ninguém quer se sentir sozinho ou não ter alguém para compartilhar de alguma forma a vida e dividir o fardo. Fomos feitos por Deus para andarmos em comunhão e em família. Mas, existe um outro tipo de distanciamento necessário e até mesmo saudável que é a solitude.

A solitude é o querer estar sozinho por opção, por algum tempo determinado. Deus muitas vezes nos coloca nesse estado de solitude para que possamos buscar mais a Ele e para que possamos refletir sobre as nossas próprias vidas e decisões. Uma pessoa perturbada emocionalmente não consegue ficar sozinha.

Precisamos aprender a ter momentos de silêncio e solitude na presença de Deus. Jesus nos mostrou o exemplo disso quando muitas vezes se isolou das multidões que O seguiam e até mesmo se afastou de Seus discípulos para orar ao Pai. Tem momentos que esse tipo de solitude é necessária e quando não conseguimos fazer isso por vontade própria muitas vezes Deus nos coloca em estações de maior isolamento para que possamos O buscar.

Paz,

M.S.


Nenhum comentário:

Postar um comentário