terça-feira, 5 de agosto de 2014

#dia77

O casamento como algo instituido por Deus

“E serão os dois uma só carne; e assim já não serão dois, mas uma só carne.  Portanto, o que Deus ajuntou não o separe o homem.” Marcos 10:8-9

Fui em um casamento essa semana. As festas de casamento por mais simples que sejam são normalmente lindas, alegres e tem a capacidade de tocar as nossas emoções. Mas, o casamento em si não pode ser definido apenas por uma festa. A festa nada mais é do que um ritual de passagem, simbolizando uma mudança radical de vida que está por vir para os noivos.

O casamento, antes de tudo, foi uma instituição criada por Deus. Homem e mulher se tornando uma só carne, caminhando juntos em uma mesma direção. Embora, hoje em dia as pessoas casem por um milhão de outras motivações.

Deus une pessoas com um propósito maior. Nesse propósito de vida maior, dentro do plano original de Deus para o casamento, cada parte deve auxiliar a outra parte a alcançar toda a plenitude do que Deus escolheu para cada um, para a família como um todo e depois para a vida em sociedade também. 

Muitos se perguntam hoje se o casamento não é uma instituição falida. Mas, do ponto de vista bíblico o casamento é e sempre será uma benção e faz parte do plano de Deus para que até mesmo a sociedade possa funcionar corretamente. Mas, um casamento só pode dar certo pra valer se Deus estiver no centro da união familiar: nos valores, na teoria, na prática e na construção diária da vida a dois e em família.


Paz,

M.S.

Nenhum comentário:

Postar um comentário